Onda de cobranças fraudulentas do INPI
02 de Março de 2020
Onda de cobranças fraudulentas do INPI
Onda de cobranças fraudulentas do INPI

As empresas detentoras de marcas e patentes registradas no Instituto Nacional de Propriedade Industrial - INPI enfrentam uma nova onda de cobranças fraudulentas.  Os recolhimentos indevidos ocorrem através de boletos para que as empresas realizem o pagamento dos mesmos em nome do órgão.

O presidente do Grupo Marpa – Marcas, Patentes, Inovações e Gestão Tributária, Valdomiro Soares, alerta para o cuidado com a cobrança de taxas relativas ao registro de marcas feitas por golpistas. “Conforme ocorre todo início de ano, as empresas recebem várias taxas, impostos e boletos para pagamentos. Com isso, um golpe é constantemente aplicado e foca em titulares de processo de registros de marcas perante o INPI”, afirma.

Segundo Soares, é importante realizar a confirmação dos débitos antes de realizar o pagamento dos mesmos. “Fique atento caso receba cobranças sobre estes assuntos supostamente envolvendo o INPI, pesquise e confirme antes de sair fazendo o pagamento, lembrando que a única forma de recolher as taxas do INPI é por meio de uma GRU, a Guia de Recolhimento da União”, analisa.

“Quando isso ocorrer, o empresariado precisa procurar empresas especializadas no assunto para que, de forma legal, não pague e não caia no golpe de taxas fraudulentas em nome de um órgão tão importante como é o INPI”, conclui.

Camejo Soluções em Comunicação | 02 de Março de 2020