26 de Agosto de 2019
Rasip: embalagem em realidade aumentada
Rasip: embalagem em realidade aumentada

Demonstrando seu DNA inovador, a Rasip, empresa controlada pela RAR, lança um produto inédito no mercado. A marca passa a comercializar bags de maçã da linha Looney Tunes com realidade aumentada. As embalagens plásticas contém um quilo da fruta e estarão disponíveis em todo o país, a partir deste mês. A novidade tem como objetivo a interação com o público infantil, especialmente.

Para ativar a realidade aumentada, basta apontar a câmera do dispositivo móvel (smartphone ou tablet) conectado à internet (3G, 4G ou WiFi) para o código ativador impresso na embalagem. Assim, a câmera capta o objeto que contém o conteúdo virtual e, por meio de um algoritmo, busca imagens que atuam como gatilhos da realidade aumentada gerando uma interação entre ambiente virtual e real. Em seguida, envia as imagens, em tempo real, para o aplicativo, permitindo que as fotos sejam salvas na galeria do aparelho.

Por meio dessa tecnologia, a RAR dará vida aos personagens das embalagens. A ação visa aproximar as crianças da marca, mas também gerar momentos de descontração entre pais e filhos relacionando a alimentação como um momento divertido para os pequenos”, explica o diretor-superintendente da RAR, Sergio Martins Barbosa. Ele conta que a Rasip, empresa controlada pela RAR que produz e comercializa as maçãs, possui os direitos de uso da marca Looney Tunes desde 2008 e sempre busca manter o vínculo com o público infantil.

Recentemente a empresa lançou a linha Rasip Leve, com foco na comercialização de maçãs em embalagens flow pack contendo duas, três ou quatro unidades da fruta em cada embalagem. A venda de frutas embaladas diretamente pela indústria é um conceito inovador no Brasil e garante mais segurança ao consumidor, que conta com a rastreabilidade dos produtos e um serviço de atendimento ao consumidor. “Em ambas embalagens, Looney Tunes e Rasip Leve, as maçãs estão prontas para o consumo, não havendo a necessidade de higienizá-las”, lembra Sergio.

Sobre a RAR

A RAR, de Raul Anselmo Randon, teve origem na fruticultura, com o cultivo da maçã na década de 1970. Hoje, é a terceira maior produtora e comercializadora da fruta no Brasil. Nos anos 1990, montou a primeira fábrica de queijo Tipo Grana fora da Itália lançando a marca Gran Formaggio. A RAR tem, em seu portfólio, a linha de importados com queijos e acetos italianos, presuntos e salames italianos e espanhóis, e azeites de oliva chilenos. A linha de derivados é composta por creme de leite fresco, manteiga e queijo parmesão. A empresa, com sede em Vacaria (RS), ainda conta com linha de 17 rótulos entre vinhos e espumantes.

Camejo Soluções em Comunicação | 26 de Agosto de 2019