02 de Agosto de 2017
Accent Brokers Insurance comemora 10 anos de atuação no mercado norte americano
Accent Brokers Insurance comemora 10 anos de atuação no mercado norte americano

Das dez pessoas que fazem parte da equipe da Accent Brokers, oito são brasileiras. Apesar de afastadas do Brasil há mais de 20 anos, as diretoras da Accent Brokers Insurance, as irmãs Carla Wierenicz Bossen e Daniela Wierenicz Ochoa, não perdem contato com o país e nem deixam de falar o português. A população brasileira residente na Flórida é grande, 300 mil brasileiros moram no estado americado. Segundo Carla, o público brasileiro é dominante na empresa e a estimativa é de que 70% dos clientes tenham nascido no Brasil. “O foco da Accent Brokers Insurance é buscar como diferencial a relação de proximidade com o cliente. Os brasileiros atendidos por nós sentem-se abarcados por uma empresa que, mais do que saber sobre a burocracia dos seguros, também fala a mesma língua que eles”, diz Carla.

A empresa resultou de uma ideia de Daniela Ochoa em montar seu próprio negócio depois de ter trabalhado por mais de três anos em uma empresa americana de seguros. Ela, que tem formação superior em psicologia, se encantou pela burocracia da área e decidiu que era o momento de arriscar. Em 2006, tendo como sócia a irmã Carla, montou a Accent Brokers Insurance, que desde então segue crescendo em um mercado amplo, porém concorrido. “Várias são as empresas que trabalham com seguros nos Estado Unidos porque, diferente do Brasil, a maioria dos seguros aqui são obrigatórios e realmente cobrados pelos órgãos estaduais”, fala Daniela.

A Accent Brokers é uma empresa conectada com as maiores seguradoras americanas, e tem o objetivo de prover qualidade, certificando-se de que as necessidades de cada cliente sejam cuidadosamente assessoradas. Os desafios das empresas seguradoras não se resumem somente à concorrência ou ao cenário sócio-econômico dos países. É preciso também trabalhar a imagem que as pessoas, em seu imaginário, têm da importância dos seguros na sociedade.

Nos Estado Unidos, a cultura em torno dos seguros é disseminada. É importante que as pessoas conheçam a lei do estado americano onde vivem para não serem pegas de surpresa quando um determinado seguro é exigido pelo governo. Na Flórida, por exemplo, juntamente a outros quatorze estados americanos, é exigido o PAP (Proteção contra Acidentes Pessoais).

O investimento em seguros é algo corriqueiro, feito automaticamente logo após a compra de uma casa, um carro ou um barco. Tanto pelas pessoas físicas como pelas pessoas jurídicas, no caso do seguro comercial. “Uma empresa de confiança disposta a auxiliar o cliente a sanar suas dúvidas sobre os seguros é muito importante e essa é uma das missões da Accent Brokers Insurance”, explica Daniela.

Sobre a sua visão a respeito dos desafios do mercado de seguros no Brasil, Daniela não se mostra muito otimista mas tem esperanças. “O país em 2016 será um mercado desafiador com espaço de crescimento mais modesto, visto que o mercado de seguros vai murchar, já que os brasileiros estão com poder de aquisição diminuído. Apesar disso, acreditamos que o Brasil é promissor, só precisa ser administrado por pessoas mais conscientes”, aponta Daniela. A empresa aposta na mudança de cenário brasileiro e na recuperação do país que hoje sofre com a instabilidade político-econômica e com grande parte da população endividada.

As irmãs Carla Wierenicz Bossen e Daniela Wierenicz Ochoa esperam que o Brasil adquira cada vez mais a cultura de investir em seguros, inspirado no mercado americano, porque são eles que asseguram as conquistas da população, e fazem com que os ganhos, resultantes do desenvolvimento econômico, sejam protegidos no presente e no futuro.

Camejo Soluções em Comunicação | 02 de Agosto de 2017