Ministro do Trabalho

Apresentação

A jornalista Eliana Camejo recebeu uma grande missão no final de 2016: gerenciar uma crise de imagem envolvendo o ministro do Trabalho. Na época, uma jornalista de um veículo nacional afirmou que o ministro Ronaldo Nogueira havia dito que a jornada de trabalho seria aumentada para 12 horas caso fosse aprovada a modernização trabalhista. A notícia logo se espalhou por todo país e era preciso amenizar esta crise. Afinal, envolvia diretamente a vida de todos os brasileiros. Com grande experiência na área, Eliana foi chamada de imediato para trabalhar em cima do assunto e assim iniciou a parceria bem sucedida.

Desafios

O objetivo principal era esclarecer não só para a imprensa nacional, mas também para toda a população brasileira que a notícia divulgada não correspondia com a verdade. Eliana também teve que tomar uma decisão extremamente difícil: deixar a administração de sua empresa, a Camejo Soluções em Comunicação para assumir os cargos de assessoria especial do ministro e supervisora de comunicação do Ministério do Trabalho. Lidar com informações que afetam diretamente a vida de milhares de brasileiros e de pessoas com expressão nacional como o presidente da república e o ministro do Trabalho foi um desafio e tanto.

Estratégias

A jornalista Eliana fez uma análise do cenário em que se encontrava o ministro e, a partir disto, iniciou o planejamento para gerenciar a crise do momento. A primeira e mais importante estratégia aplicada foi fazer com que o ministro fosse ouvido por toda a imprensa. Na época, a jornalista constatou que Nogueira estava completamente blindado a comunicar-se com a mídia e logo reverteu a situação. Era preciso fazer com que a imprensa nacional ouvisse a verdade pelo próprio ministro. Eliana alinhou e definiu o discurso de Ronaldo e ações começaram a ser feitas com o objetivo de amenizar a crise. Uma delas foi levar o ministro de surpresa na redação de um veículo nacional, no meio da tarde e surpreender os jornalistas, mostrando que o ministro Ronaldo Nogueira é “gente como a gente” e estava disposto e aberto a esclarecer o trabalho que vinha fazendo. Cada passo tinha que ser muito bem pensado, pois uma interpretação errada poderia gerar uma nova crise. Outra estratégia aplicada pela jornalista foi a implantação de uma rotina de trabalho na assessoria de comunicação do Ministério.

Resultados

A crise foi gerenciada com êxito e o planejamento seguido à risca. Os formadores de opinião começaram a entender e passaram a enxergar quem era o ministro do Trabalho Ronaldo Nogueira, de forma que as matérias começaram a mostrar que a informação errônea que havia se espalhado pela imprensa nacional não passava de uma inverdade. A blindagem com a mídia foi completamente quebrada e foram conquistados espaços para que o ministro pudesse se manifestar em relação ao seu trabalho.